>>EUROP’EUS EUROP’ECOS, por Artur d’Amaru

Fragmentos de mensagens enviadas pelos inquietos espíritos de Catilina, já amargamente arrependido por incitar que Cartago fosse deletada do mapa, de Giordano Bruno, que ninguém salvou da fogueira de ódio papal e arde como o sol que ilumina e de Antonin Artaud, mais que nunca repossuído pela paixão acusatória de suas letais Cartas de Injúria, todos interceptados em sessão êurica transcendental e psicografados através da transe-esfera da revelação participativa de última geração por Artur d’Amaru Por quão ínfimo preço vos […]

Continue reading »