>> Cabeças que fazem falta 6 – Vimala Thakar: “Sou o perfume da evolução cósmica…Nenhuma idade pode reclamar-me.”

aum_small

NENHUMA IDADE PODE RECLAMAR-ME

Vimala Thakar

unnamed

Estou apaixonadamente interessada pela vida.
A minha atenção… nada pode desviá-la do viver.

Estou loucamente enamorada pelo Homem.
Não podem deter-me as distinções nem as discriminações.

A paixão pela Liberdade me consome.
A ética e a religião não podem controlar minha espontaneidade.

A terra é o meu lar, os vastos céus minha morada.
Nenhum estado, nenhuma nação poderão jamais assenhoriar-se de mim.

Sou o perfume da evolução cósmica.
Nenhum pensamento, nenhuma raça, nenhuma idade poderão reclamar-me.

De Amistosa Comunhão
(Poemas de Vimala Thakar)

tradução: Mario S. Mieli

kosmos

“Nirvaneiem-se” – texto da mensagem original (17/7/2011)
Por Mario S. Mieli

Um dia achei um livreco que acabara de ser despejado
do saco imundo de um ainda mais imundo vendedor de rua.

Como não sabia do que se tratava, comprei.
Um dólar. Somente um dólar.

A autora? Vimala Thakar

Nunca tinha ouvido falar dela.
Levei pra casa. Abri uma página aleatoriamente.
Como uma carto-amante faz pra re-ler nosso futuro do pretérito.

Deparei-me com uma poesia, assim, de repente, antes de logo voltar
a perder o livro no templo-turbilhão de esquizo-bibliofilia
que é meu “conjugado”.

Vertiginou-me o texto pela simplicidade. Espontaneidade.
Fui, como frugal e comportado autômato, ao computa-dor
(se o U de computador fosse um O, seria perfeito anagrama de “comportado”)
…essa caixinha de alegrias e tristezas… –
traduzi-la ao português (do inglês).
Talvez para senti-la mais “minha”, no sentido
mais altruísta possível da palavra.

No começo, lembrou-me um pouco Sêneca, paixão antiga
porém, rara e curiosamente, a quem sou fiel…
(O Sêneca de “Patria Mea Mundus Est.”)
mas quando escrevi o verso…

“Sou o perfume da evolução cósmica.”

já estava totalmente nirvaneado.
Por um matiz diferente. Uma luz do Oriente.
Que do restrito mundo me potencializava ao próprio cosmos.

Assim, que as simples palavras dessa ativista social, filósofa,
tutora espiritual, etc. e tal…

[(ki saco definir as pessoas com esses ar-rót[ul]os)
pregadora de uma teologia de libertação diferente,
e que faleceu no dia 11 de março de 2009 – Dia do Festival das Cores na Índia….]

… abra todos os chakras e meridianos, faça subir a kundalini, abra o terceiro olho, ilumine mentes corações…
para que todos nós possamos nos nirvanear
como eu me nirvaneei… quando traduzi ou quando releio
as palavras dessa santa-profana-o-que-há-de-melhor-na-humanidade…

afinal,
somos todos ingredientes dessa mesma essência…o perfume do ying/yang criação/evolução…
Nirvaneiem-se!!!!
Nirvaneiem-se!!!!
Nirvaneiem-se!!!!

“Toda a vida de Vimala tem sido uma contribuição a elevar o nível de consciência da humanidade/” Kaiser Irani, em Biography of Vimala Thakar
http://www.vimalathakar.org/

RENUNCIATION — VIMALA THAKAR

Imagens da Festa das Cores na india, coincidentemente, o dia em que Vimala faleceu.

Holi em Barsana

Holi em Mathura

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment

 
 

You must be logged in to post a comment.

 

Arquivos Recentes