>> Sala de Espera 55 – houve época melhor para cantar ‘Lascia ch’io pianga’ de Haendel?

mqdefault

… numa época de céus conspurcados, riscados, manchados, rabiscados, corrompidos, maculados, militarizados, desonrados, aviltados, o azul tornou-se raridade. O canal attivo.tv fez sugestiva montagem com a canção de Paolo Conte, cantada por Adriano Celentano, “Azzurro” (Azul), bruscamente interrompida com a Realidade secreta, suja e bélica vista nos céus do mundo todo…

Azzurro il cielo sopra di noi

Mas a pungência e a dor que esses céus manipulados provocam talvez sejam melhor refletidas na ária da ópera Rinaldo, de Haendel, aqui interpretada por cantores diferentes:

Cecilia Bartoli-Lascia ch’io pianga

Patricia Petibon – Lascia ch’io pianga

Alessandro Moreschi – no filme Farinelli – Lascia Ch’io Pianga (HD)

Händel – Lascia Ch’io Pianga – Meninas Cantoras de Petrópolis

Lascia Ch’io Pianga (Haendel) Meninas Cantoras de Petrópolis Campanha Mundial Doenças Intestinais

Letra:
Lascia ch’io pianga mia cruda sorte,
E che sospiri la libertà!
E che sospiri, e che sospiri la libertà!
Lascia ch’io pianga mia cruda sorte,
E che sospiri la libertà!

Il duolo infranga queste ritorte
De’ miei martiri, sol per pietà

Lascia ch’io pianga mia cruda sorte,
E che sospiri la libertà!
E che sospiri, e che sospiri la libertà!
Lascia ch’io pianga mia cruda sorte,
E che sospiri la libertà!

Oxalá os cantos de todos os (ainda) humanos contribuam para dissipar essas rastro-pragas que, borrando os céus, nos contaminam com sabe deus que agentes da grande malevolência mundial.

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment

 
 

You must be logged in to post a comment.

 

Arquivos Recentes