Home » Capitalismo Cognitivo

  • Da fábrica à metrópole

    Da fábrica à metrópole

    Fonte: Uninômade Brasil Por Giuseppe Cocco / Guilherme Dal Sasso Como muitos amigos e companheiros não puderam assistir à excelente fala de Giuseppe Cocco no ciclo Metrópoles: Territórios, governamento da vida e o comum, promovido pelo Instituto Humanitas Unisinos, compartilho um (nem tão) breve resumo da sua fala, a fim de expandir essa discussão que creio que atravessa todos nós. A conferência de Cocco se intitulava “Da fábrica à metrópole”. Para Cocco, essa é uma passagem paradigmática, que desloca (multiplica) […]

    Continue reading »

  • Operaism and post-Operaism by Sandro Mezzadra

    Operaism and post-Operaism by Sandro Mezzadra

    Operaism and post-Operaism: entry for the Encyclopedia of Revolution by Sandro Mezzadra ITALY, OPERAISM AND POSTOPERAISM Sandro Mezzadra (Dipartimento di Politica, Istituzioni, Storia – Università di Bologna): sandro.mezzadra@unibo.it Word count: 3270 Operaismo (“operaism”), also known in the English-speaking world as “autonomist Marxism”, refers to a theoretical and political current of Marxist thought that emerged in Italy in the early 1960s. An original reading of Marx in the framework of the radical workers’ struggles that developed in the country during the […]

    Continue reading »

  • The Politics of Abstraction: Beyond the Opposition of Knowledge and Life, by Matteo Pasquinelli

    The Politics of Abstraction: Beyond the Opposition of Knowledge and Life, by Matteo Pasquinelli

    Fonte: open! Matteo Pasquinelli is a writer and academic researcher. He completed his doctorate with a thesis on the new forms of conflict within knowledge economy and cognitive capitalism. He wrote the book Animal Spirits: A Bestiary of the Commons (2008). He writes and lectures frequently at the intersection of Italian operaismo and French philosophy, media theory and life sciences. He contributed to journals and newspapers such as Springerin, Multitudes, Fibreculture, Lugar Comun, Liberation, Il manifesto, Der Freitag. Together with […]

    Continue reading »

  •  
  • O poder de abstração e o seu antagonismo. Sobre as psicopatologias do capitalismo cognitivo

    O poder de abstração e o seu antagonismo. Sobre as psicopatologias do capitalismo cognitivo

    Por: Matteo Pasquinelli Fonte: uninomade 28/03/2013  Tradução: Mario S. Mieli Matteo Pasquinelli por Anne Helmond “A vida fende a matéria, elabora e contrai a matéria, dando vida às virtualidades contidas no material em direções desconhecidas. A vida emerge como devir-conceito, devir-pensamento ou, no caso da consciência, como devir-cérebro.” — Elisabeth Grosz[1] O debate filosófico-político dos últimos anos, pelo menos nas latitudes do pensamento francês e italiano, foi caracterizado por uma oscilação conceitual que focalizou, de tempos em tempos, o trabalho imaterial […]

    Continue reading »