>> Amores Insólitos 60 – Captar a musicalidade das plantas – As plantas cantantes de Damanhur

plantascantantes

As plantas musicais de Damanhur

Desde 1975, alguns pesquisadores da Federação de Damanhur, comunidade ético-espiritual situada em Vidracco, no Piemonte, Itália, estão estudando as plantas, com o objetivo de compreender suas capacidades únicas.

Graças ao auxílio de alguns dispositivos que criaram para gravar a reatividade das plantas em seu ambiente natural, os pesquisadores descobriram que as plantas são capazes de aprender e de comunicar entre si.

Aplicando um simples princípio de física, utilizaram uma variante da ponte de Wheatstone, um circuito elétrico utilizado para medir a resistência elétrica entre os dois polos de um circuito em ponte.

O dispositivo foi utilizado para medir as diferenças elétricas entre as folhas e as raízes da planta. Essas medidas, depois, são traduzidas em uma série de efeitos, entre os quais música, ascensão de luzes, movimentos, etc. Afirmam que as plantas não correm nenhum perigo, já que as correntes utilizadas são de baixa intensidade.

As plantas musicais de Damanhur

Transcrição traduzida:

Eu sou L. Pepe e pesquiso o mundo das plantas e a comunicação com elas há vários anos. As plantas são seres vivos e conseguir entrar em contato com elas (a música nos ajuda, é um feedback), mas aprender a dialogar com esses seres amplia a própria visão do mundo, porque somos uma parte desse ecossistema. Um pedacinho. Na inteligência desse planeta. E na inteligência do que são também os vegetais. Ter um diálogo pessoal com uma árvore poderia ampliar a própria mente, conseguir ver também o mundo com outros olhos. E esse é um aspecto importante.

De um ponto de vista técnico, é um princípio muito simples que é aplicado, chamado ponte de Wheatstone.

Dentro do aparelho temos três resistências fixas e uma quarta variável, que é aquela da planta. Assim, quando há alguma mudança neste equilíbrio, na ponte de Wheatstone, ela é traduzida em sons. Se não houver nenhuma variação, a planta fica silenciosa.

O objetivo é sensibilizar as pessoas com relação à natureza, às plantas e o planeta. E nosso sonho é criar um aparelho de mais ampla distribuição e de utilização mais simples, de modo que todo mundo possa contatar as plantas e entender que elas não são objetos, mas seres vivos. E fazer um projeto até com grandes organizações ambientalistas do planeta para desenvolvê-lo e produzi-lo.

Algo que me tocou muito foi quando veio uma menina de uns 4 a 6 meses. Ela estava dormindo nos braços do pai e quando começou a música das plantas ela acordou, estávamos no meio de um grande bosque, e ela imediatamente olhou essa planta cantante e começou a falar a seu modo com ela. E a planta respondeu. Foram uns quinze minutos emocionantes, pois uma criança de uns 6 meses não tem nenhum motivo para justificar de outra forma e percepção de que algo de diferente está ocorrendo com a planta

Singing Plants at Damanhur

Fonte: ununiverso e il navigatore curioso

DAMANHUR

A Federação de Damanhur, ou simplesmente Damanhur é uma comunidade ecológica new-age neo-pagã fundada em 1975 e situada a 50 km de Turim, no norte da Itália. Auto-define-se como laboratório para o futuro da humanidade. A Damanhur original está no Egito, e era o lugar de um templo dedicado a Horus.

Site de Damanur: http://www.damanhur.org/

Tour virtual dos templos de Damanhur: http://www.thetemples.org/tour/

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment

 
 

You must be logged in to post a comment.

 

Arquivos Recentes